Telefone: (51) 3110-5757

WhatsApp: (51) 99901-3689

Porto Alegre | Rua Antônio Carlos Berta, 475 - Sala 1003

Gravataí | Rua Francisco Tafas, 105

Canoas | Rua Quinze de Janeiro, 193 - Sala 503

Instagram
Facebook

GLÚTEOS

Gluteoplastia

Prótese de Glúteos

CONCEITO

Cirurgia plástica dos gluteos.

 

CANDIDATOS

 

Pacientes com deficiência de volume e/ou alterações na forma da região glútea (nádegas). 

 

OBJETIVOS

 

O procedimento visa a correção das alterações anatômicas da região dos glúteos (bumbum), incluindo a deficiência de volume e/ou alterações na forma através do enxerto de gordura (lipoenxertia/lipoescultura) e/ou da colocação de um prótese glútea.

 

TÉCNICA

 

O aumento do volume e a melhora do contorno dos glúteos pode ser atingido basicamente de duas formas. A primeira é através da lipoenxertia (lipoescultura) glútea. O procedimento inicia pela lipoaspiração do excesso de gordura subcutânea (abaixo da pele) de determinadas regiões do corpo onde o seu acúmulo é característico, incluindo o abdome, os flancos, as costas e as coxas. Essa gordura aspirada passa por um processamento onde ocorrerá a separação das células de gordura dos componentes sangüíneos e células não viáveis. Esse processo pode ser realizado por diversos métodos, dentre os quais destacam-se a decantação, a peneiração ou a centrifugação da gordura aspirada, sendo o produto final um preenchedor ideal por não apresentar rejeição do organismo e ter um efeito duradouro. Após seu preparo, a gordura é injetada na região glútea através de pequenas incisões (cortes) localizados no sulco entre os glúteos e com o auxílio de cânulas específicas, tendo o objetivo principal de aumentar o volume e melhorar a forma. Em casos de pacientes com depósitos de gordura escassos ou limitados no organismo, realiza-se um procedimento que consiste na colocação de um implante (prótese) de silicone dentro do músculo glúteo, através de uma incisão (corte) no sulco entre as glúteos, com o objetivo de fornecer volume e melhorar a silhueta do bumbum. A cicatriz final fica camuflada no sulco que separa as nádegas.

 

DURAÇÃO

 

O procedimento tem duração de 1 a 2 horas, na dependência das alterações anatômicas a serem tratadas.

ANESTESIA

 

Sedação associada à bloqueio condutivo (anestesia peridural ou raquidiana).

INTERNAÇÃO

 

Cirurgia em caráter ambulatorial com alta hospitalar em torno de 6 horas após o procedimento.

CUIDADOS

 

O paciente utiliza uma malha modeladora de forma contínua nos primeiros 30 dias de pós-operatório. É estimulado a caminhar precocemente. Em caso de lipoaspiração, as drenagens linfáticas geralmente iniciam a partir do quarto dia de pós-operatório. Em caso de uso de prótese, o paciente deve dormir de bruços nos primeiros 7 a 10 dias de pós-operatório.

 

RECUPERAÇÃO

 

O retorno às atividades habituais ocorre de forma gradual até 15 dias após a cirurgia. O retorno às atividades físicas inicia a partir de 30 dias de pós-operatório. Nesse período ocorre o desaparecimento gradual do edema (inchaço) e das equimoses (roxos) habituais nesse tipo de procedimento.

Gluteoplastia, Prótese de Glúteo, Implante de Glúteo, Lipoenxertia Glútea, Lipoescultura Glútea
Gluteoplastia, Prótese de Glúteo, Implante de Glúteo, Lipoenxertia Glútea, Lipoescultura Glútea

VÍDEO EDUCATIVO